Confiando no Condutor (Ex. 13:17)

וַיְהִי בְּשַׁלַּח פַּרְעֹה אֶת-הָעָם וְלֹא-נָחָם אֱלֹהִים דֶּרֶךְ אֶרֶץ פְּלִשְׁתִּים כִּי קָרוֹב הוּא כִּי אָמַר אֱלֹהִים פֶּן-יִנָּחֵם הָעָם בִּרְאֹתָם מִלְחָמָה–וְשָׁבוּ מִצְרָיְמָה

“E aconteceu que, quando Faraó deixou ir o povo, Elohim não os levou pelo caminho da terra dos filisteus, que estava mais perto; porque Elohim disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte ao Egito.” (Shemot/Êxodo 13:17)

Nossos antepassados precisaram fazer o caminho mais longo, porque não estavam preparados para ver a guerra. Talvez, contudo, alguns deles tenham se indagado quanto ao porquê de tomarem o caminho mais longo. O mesmo frequentemente acontece conosco. Em diversas circunstâncias, o Eterno nos conduz pelo caminho mais longo. Muitas vezes passamos as noites em claro, e pranteamos, porque não entendemos a razão do prolongamento de nosso sofrimento. No entanto, a razão frequentemente está no fato de que o Eterno está nos preparando, ou mesmo preparando as circunstâncias ao redor de nós, para por fim nos conduzir da melhor maneira. Nesses momentos, é importante ter fé, e confiar no Eterno. Mesmo quando o caminho é pavimentado por incertezas. No momento certo, Moshé (Moisés) esclareceu as razões do Eterno, de modo que as gerações vindouras conseguem, hoje, compreender as razões do Eterno. O mesmo ocorrerá conosco. No momento certo, o Eterno nos fará conhecer o porquê de nos conduzir por caminhos aparentemente longos e tortuosos.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Comentários

comments