Arquivo da tag: relacionamento

Castelos de Areia (Pv. 19:4)

הוֹן–יֹסִיף רֵעִים רַבִּים וְדָל מֵרֵעֵהוּ יִפָּרֵד

“As riquezas granjeiam muitos amigos; mas do pobre o seu próprio amigo se separa.” (Mishlê/Provérbios 19:4)

Os últimos meses no Brasil têm sido bastante tensos, em virtude da crise financeira. Muitos dos que foram afetados se sentem mal, não apenas pela crise propriamente dita, mas sim pelo fato de que os amigos rapidamente se afastam daquele que está em dificuldades. Num primeiro momento, isso pode ser bastante doloroso. Afinal, sentir-se sozinho e sem recursos é algo árduo. No entanto, quando essas amizades se vão, assim como outras coisas nas quais depositávamos nossa confiança, como castelos de areia ruindo, podemos perceber a limpeza que o Eterno produz em nossas vidas, para nos refinar e nos alertar, a fim de que estejamos mais atentos aos sinais negativos. Não perca tempo se lamentando porque pessoas tóxicas, ou situações incertas, se foram, antes, concentre-se no Criador, e Ele te conduzirá pelo caminho da restauração.

© 5776 – Qol haTorá (www.judeu.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Relacionamentos (Pv. 17:17)

בְּכָל-עֵת אֹהֵב הָרֵעַ וְאָח לְצָרָה יִוָּלֵד

“Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão.” (Mishlê/Provérbios 17:17)

Problemas familiares, ou com amizades, são coisas muito comuns de acontecer no nosso cotidiano. Porém, observe como o texto da Escritura diz que o irmão nasce na hora da angústia. O brasileiro é um povo muito amistoso, mas de relacionamentos extremamente superficiais, e isso gera muita decepção. Mas se você enfrenta tais situações, não fique triste! Saiba que muitas vezes as adversidades vêm justamente para servirem como uma depuração de nossos relacionamentos, e nos mostrar quem realmente se importa conosco. Se isso te acontecer, não se desespere, nem se surpreenda. Antes, procure olhar ao redor, e veja quem realmente te ofereceu o ombro e te estendeu a mão. Esse é o irmão que o Eterno colocou na sua vida, um anjo do Senhor que trouxe consigo a mensagem de que você tem valor. Não perca tempo com quem te vê de forma utilitária ou meramente casual. Investir emocionalmente nessas pessoas só trará angústia e dor, ao passo que aproximar-se daquele que realmente te apoia na angústia certamente pavimentará a sua felicidade.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Na Presença do Criador (Especial Sukot)

אַל-תְּבַהֵל עַל-פִּיךָ וְלִבְּךָ אַל-יְמַהֵר לְהוֹצִיא דָבָר–לִפְנֵי הָאֱלֹהִים כִּי הָאֱלֹהִים בַּשָּׁמַיִם וְאַתָּה עַל-הָאָרֶץ עַל-כֵּן יִהְיוּ דְבָרֶיךָ מְעַטִּים

“Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Elohim; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal.” (Qohelet/Eclesiastes 5:1)

Qohelet (Eclesiastes) fala do sacrifício de tolos. Pelo contexto, ele se refere àqueles que, na Casa do Eterno, faziam votos e juramentos, mas não os cumpriam. Isso aponta para uma questão importante: A diferença entre a fala e a prática, motivada pelo fato de que a pessoa era incapaz de levar a experiência extraordinária do Templo para sua vida diária. A lição que temos com Sukot é justamente um ensinamento que visa corrigir esse curso. Devemos conviver com o Eterno a todo momento, habitar com Ele em nosso dia-a-dia. Muitos confundem isso com rezar regularmente, mas a verdade é que devemos nos conscientizar da presença dEle em todas as ações que realizamos. Quando comemos, bebemos e dormimos na Suká, nos recordamos que devemos andar a todo momento como alguém que está continuamente na presença do Criador.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Único e Absoluto (Dt. 12:2)

אַבֵּד תְּאַבְּדוּן אֶת-כָּל-הַמְּקֹמוֹת אֲשֶׁר עָבְדוּ-שָׁם הַגּוֹיִם אֲשֶׁר אַתֶּם יֹרְשִׁים אֹתָם–אֶת-אֱלֹהֵיהֶם עַל-הֶהָרִים הָרָמִים וְעַל-הַגְּבָעוֹת וְתַחַת כָּל-עֵץ רַעֲנָן

“Totalmente destruireis todos os lugares, onde as nações que possuireis serviram os seus deuses, sobre as altas montanhas, e sobre os outeiros, e debaixo de toda a árvore frondosa.” (Debharim/Deuteronômio 12:2)

Destruir aquilo que pertencia a outros deuses indica algo importante: Tudo aquilo que ameaçava a posição do Eterno enquanto soberano sobre o povo de Israel deveria ser eliminado, pois o Eterno só reina sobre nossas vidas quando de forma absoluta. De forma análoga, o Eterno só reinará sobre nossas vidas se aceitarmos que Ele tenha total e absoluta exclusividade. Não pode haver áreas em que deixemos o Eterno de fora, pois quem reinaria ao lado dEle? A total submissão ao Criador é a primeira chave para um relacionamento saudável com Ele.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Fonte de Pecado (Ex. 34:12)

הִשָּׁמֶר לְךָ פֶּן-תִּכְרֹת בְּרִית לְיוֹשֵׁב הָאָרֶץ אֲשֶׁר אַתָּה בָּא עָלֶיהָ פֶּן-יִהְיֶה לְמוֹקֵשׁ בְּקִרְבֶּךָ

“Guarda-te de fazeres aliança com os moradores da terra aonde hás de entrar; para que não seja por laço no meio de ti.” (Shemot/Êxodo 34:12)

Embora não seja politicamente correto, é importante enfatizar como a proximidade com os moradores da terra era problemática, porque eram pessoas que fariam o povo pecar. Muita gente se frustra em sua batalha diária contra o pecado, e o problema pode estar justamente em insistir na proximidade daqueles que estimulam o pecado. Não há problema em convivermos com pessoas com valores diferentes dos nossos. Mas é preocupante quando convivemos com pessoas que nos estimulam a transgredir os nossos próprios valores, e os caminhos do Eterno. Para vencer a luta contra o pecado, não hesite em se afastar daqueles que pesam a favor do pecado.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Promessa e Revelação (Ex. 6:3)

וָאֵרָא אֶל-אַבְרָהָם אֶל-יִצְחָק וְאֶל-יַעֲקֹב בְּאֵל שַׁדָּי; וּשְׁמִי יהוה לֹא נוֹדַעְתִּי לָהֶם

“E eu apareci a Avraham, a YisHaq, e a Ya`aqov, como o El Shaday; mas pelo meu nome, ADONAY, não lhes fui perfeitamente conhecido.” (Shemot/Êxodo 6:3)

Rashbam, um dos maiores exegetas da Torá, interpreta essa passagem como uma referência ao fato de que os patriarcas não haviam ainda recebido a revelação plena do Eterno, que culminaria com Moshe (Moisés). Apenas, uma promessa de que essa revelação viria a ocorrer. Quando optamos pelo relacionamento próximo com o Criador, assim como nossos pais, devemos estar prontos para confiar a Ele o futuro, mesmo que esse futuro não nos seja claro, e que os propósitos dEle só se tornem plenamente conhecidos a gerações futuras. Se entendermos quem Ele é, então perceberemos que a nossa incompreensão de seus caminhos é inevitável a nós seres humanos, e que somente no tempo certo a grandeza dos Seus planos nos será revelada.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Aliança e Desafio (Dt. 29:14)

כִּי אֶת-אֲשֶׁר יֶשְׁנוֹ פֹּה עִמָּנוּ עֹמֵד הַיּוֹם לִפְנֵי יהוה אֱלֹהֵינוּ וְאֵת אֲשֶׁר אֵינֶנּוּ פֹּה עִמָּנוּ הַיּוֹם

“Mas com aquele que hoje está aqui em pé conosco perante YHWH nosso Elohim, e com aquele que hoje não está aqui conosco.” (Devarim/Deuteronômio 29:14)

A aliança com o Eterno não foi feita exclusivamente com aquela geração, mas com cada uma das gerações do povo de Israel. Isso significa que as mesmas experiências de desafios, provações, dificuldades e redenção que nossos pais passaram, nós também passamos, e passaremos. Essa é uma das principais razões pelas quais é fundamental nos apegarmos à Torá: Para encontrarmos na sabedoria da Torá o apoio e a coragem necessários para que possamos evoluir espiritualmente. Quanto mais a Torá fizer parte de nosso cotidiano, melhor será o nosso resultado diante dos desafios da vida.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Idolatria da Coração (Ez. 14:3)

בֶּן-אָדָם הָאֲנָשִׁים הָאֵלֶּה הֶעֱלוּ גִלּוּלֵיהֶם עַל-לִבָּם וּמִכְשׁוֹל עֲו‍ֹנָם, נָתְנוּ נֹכַח פְּנֵיהֶם הַאִדָּרֹשׁ אִדָּרֵשׁ לָהֶם

“Filho do homem, estes homens levantaram os seus ídolos nos seus corações, e o tropeço da sua maldade puseram diante da sua face; devo eu de alguma maneira ser interrogado por eles?” (Yehezqel/Ezequiel 14:3)

Ao ser inquirido pelo profeta, o Eterno afirma que não irá responder ao povo, por causa dos ídolos de seus corações. A idolatria não se restringe a um objeto, e pode ser bem mais sutil do que se curvar a imagens. Qualquer atribuição de poder espiritual a, e busca de, poderes supostamente celestes que não sejam o próprio Eterno incorre em idolatria. E a idolatria é um dos pecados menos tolerados pelo Criador dos céus e da terra. O relacionamento com o Eterno, sob esse aspecto, é tudo ou nada: Ou é somente Ele, ou não existe.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Amor Duradouro (Ct. 6:3)

אֲנִי לְדוֹדִי וְדוֹדִי לִי הָרֹעֶה בַּשּׁוֹשַׁנִּים
“Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu; ele apascenta entre os lírios.” (Shir haShirim/Cântico dos Cânticos 6:3)

A linda história de Shir haShirim (Cântico dos Cânticos) exemplifica o que é um relacionamento duradouro entre homem e mulher: Quando um pertence ao outro. Se em um casal, uma das partes crê que a outra é propriedade de si, o casamento é disfuncional. Se as partes se julgam totalmente independentes, idem. Porém, quando cada um se conscientiza de que está no casamento para fazer o outro feliz, a relação é frutífera. Cada qual deve dizer a si mesmo: Eu pertenço ao outro, e o outro me pertence. Uma carne, um coração, e uma grande história de amor.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Habitando com Ele (Ex. 25:8)

וְעָשׂוּ לִי מִקְדָּשׁ וְשָׁכַנְתִּי בְּתוֹכָם

“E me farão um Santuário, e habitarei no meio deles.” (Shemot/Êxodo 25:8)

O povo de Israel deveria fazer ao Eterno um Santuário (Miqdash) para que Ele sempre estivesse no seu meio. Mesmo sem o Bet HaMiqdash (Templo), o Eterno continua a habitar no meio de Israel. E onde Ele habita? Nos nossos atos de santidade. Todas as vezes em que agimos de forma a nos separarmos do mal, e a separarmos tempo para Ele e para agirmos segundo a Sua vontade, estamos estabelecendo um Santuário para o Criador em nossas vidas. E Ele jamais se apartará de nós.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.