Arquivo da tag: murmuração

Angústia e Gratidão (Nm. 14:2)

וַיִּלֹּנוּ עַל-מֹשֶׁה וְעַל-אַהֲרֹן כֹּל בְּנֵי יִשְׂרָאֵל וַיֹּאמְרוּ אֲלֵהֶם כָּל-הָעֵדָה לוּ-מַתְנוּ בְּאֶרֶץ מִצְרַיִם אוֹ בַּמִּדְבָּר הַזֶּה לוּ-מָתְנוּ

“E todos os filhos de Israel murmuraram contra Moshe e contra Aharon; e toda a congregação lhes disse: Quem dera tivéssemos morrido na terra do Egito! ou, mesmo neste deserto!” (Bamidbar/Números 14:2)

O que retardou a entrada dos filhos de Israel na terra da promessa não foi terem dirigido seu sofrimento ao Eterno, mas sim a forma como o fizeram. Poderiam ter apresentado suas petições, sem murmurarem. Suas reclamações, no entanto, indicavam algo muito delicado e que o Eterno não tolera: Ingratidão. Há quem clame ao Eterno em sua angústia, e há quem seja ingrato perante tudo que Ele fez porque, na concepção da pessoa, não foi o suficiente. A gratidão é uma das maiores chaves para o bom relacionamento com o Eterno. Você não precisa negar sua angústia, seus sofrimentos, para ser grato a Ele pelo que Ele já fez. Antes de pedir mais a Ele, reflita: Você expressa sua gratidão pelo que já tem?

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.