Arquivo da tag: importância

Força na Tristeza (Lv. 16:1)

וַיְדַבֵּר יהוה אֶל-מֹשֶׁה אַחֲרֵי מוֹת שְׁנֵי בְּנֵי אַהֲרֹן–בְּקָרְבָתָם לִפְנֵי-יהוה וַיָּמֻתוּ

“E falou ADONAY a Moshe, depois da morte dos dois filhos de Aharon, que morreram quando se chegaram diante de ADONAY.” (Wayiqrá/Levítico 16:1)

Como Aharon (Aarão) podia conseguir sequer se levantar da cama, para servir ao Eterno, depois da morte de seus dois filhos? Como super tamanha tristeza? A resposta está no fato de que Aharon compreendia o grau de importância de sua missão de vida, e quanto o povo dependia dele. Se você está abatido, triste, e desanimado, pare e reflita: Se Ele te chamou para o monoteísmo, é porque você tem uma missão extraordinariamente importante de, pelo seu exemplo de vida, ensinar aos demais sobre a preciosidade de uma vida debaixo da vontade do Criador. Não se deixe abater, e tenha força, para fazer aquilo que o Eterno espera de você, pois esse é o elemento principal de nossas vidas.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Aparência de Inferioridade (Sl. 38:20)

וְאֹיְבַי חַיִּים עָצֵמוּ וְרַבּוּ שֹׂנְאַי שָׁקֶר

“Mas os meus inimigos estão vivos e são fortes, e os que sem causa me odeiam se multiplicam.” (Tehilim/Salmos 38:20)

Pode ser extremamente doloroso observar que pessoas que nos causaram mal estão bem. Às vezes chegamos a nos indagar: Pra quê servir ao Eterno, se os iníquos prosperam? Todavia, há duas coisas sobre as quais precisamos refletir. A primeira é: Não servimos ao Eterno pelo que Ele pode fazer por nós, mas sim por quem Ele é. E a segunda: Enquanto os iníquos desfrutam de sua maldade de maneira imediata e superficial, o Eterno prepara aqueles que O amam para coisas grandiosas. Olhar para o presente pode ser frustrante, por isso é importante não perder o foco em onde o Eterno deseja nos conduzir, e que lições precisamos atravessar para evoluirmos. A aparência de inferioridade é apenas ilusória. O Eterno prepara representantes da Sua própria luz e verdade na terra. E não há nada maior e mais importante do que isso.

© 5775 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Ser Usado (Et. 2:7)

וַיְהִי אֹמֵן אֶת-הֲדַסָּה הִיא אֶסְתֵּר בַּת-דֹּדוֹ–כִּי אֵין לָהּ אָב וָאֵם וְהַנַּעֲרָה יְפַת-תֹּאַר, וְטוֹבַת מַרְאֶה וּבְמוֹת אָבִיהָ וְאִמָּהּ לְקָחָהּ מָרְדֳּכַי לוֹ לְבַת
“Este criara a Hadassa (que é Ester, filha de seu tio), porque não tinha pai nem mãe; e era jovem bela de presença e formosa; e, morrendo seu pai e sua mãe, Mordekhai a tomara por sua filha.” (Ester 2:7)

Hadassa (Ester) havia sofrido muito, ao longo de sua vida. Tendo ficado órfã, precisou ser adotada por seu tipo, Mordekhai (Mardoqueu). Hadassa, porém, viria a se tornar a rainha do Reino da Pérsia, e teria papel decisivo em livrar os judeus da morte, e mudar a sua sorte. Isso não é coincidência. O sofrimento muitas vezes suaviza o caráter e nos torna sensíveis à realidade das pessoas à nossa volta. É quase certo afirmar que aquele que coloca em seu coração que quer ser usado pelo Criador passará primeiro por grande sofrimento. Frequentemente, quando prepara alguém para algum papel especial, o Eterno o faz primeiro conhecer o sofrimento como uma escola, para que o aprendizado possa capacitar a pessoa a ser usada da maneira que Ele deseja.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.