Arquivo da tag: generosidade

O Bom Olhado (Pv. 22:9)

טוֹב-עַיִן הוּא יְבֹרָךְ כִּי-נָתַן מִלַּחְמוֹ לַדָּל

“Amarás, pois, ADONAY teu Elohim de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.” (Debarim/Deuteronômio 6:5)

Muitas pessoas têm medo do chamado mau olhado, geralmente entendido como negatividade vinda da ira, inveja ou ciúmes de um terceiro. Mas, o Tanakh (Bíblia Judaica) fala em diversas ocasiões sobre o que poderíamos chamar de “bom olhado”, isto é, um olhar generoso, que atenta para o sofrimento do outro. A maneira como vemos as pessoas pode afetar diretamente a nossa forma de lidar com elas, assim como o nosso desenvolvimento espiritual. Se vemos a todos com olhar de desconfiança, de desdém ou mesmo de ira, então teremos dificuldade de fazer o bem. Quando procuramos ver o sofrimento que as pessoas têm com suas próprias limitações, então acabamos por desenvolver a nossa capacidade de ser luz onde para o outro há trevas. Se eu entendo aquilo no qual meu irmão sofre ou tem dificuldade de vencer, posso ser um instrumento do Eterno para ajudá-lo e, através disso, também ser abençoado.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Dedicação e Presença (Ex. 36:5)

וַיֹּאמְרוּ אֶל-מֹשֶׁה לֵּאמֹר מַרְבִּים הָעָם לְהָבִיא מִדֵּי הָעֲבֹדָה לַמְּלָאכָה אֲשֶׁר-צִוָּה יהוה לַעֲשֹׂת אֹתָהּ

“E falaram a Moshe, dizendo: O povo traz muito mais do que basta para o serviço da obra que ADONAY ordenou se fizesse.” (Shemot/Êxodo 36:5)

É maravilhoso ler acerca da generosidade do povo para com o Mishkan (Tabernáculo) do Eterno. O povo queria ter o Eterno próximo, e agiu prontamente para tornar realidade. O Mishkan era algo físico, tangível, e visível. Mas a Presença do Eterno não se manifesta apenas num local, mas também no dia-a-dia daqueles que andam em temor e em amor ao Criador. Mesmo que não seja algo tão facilmente percebido quanto contemplar uma construção. Ainda assim, o mesmo esforço e generosidade devem estar presentes para com as nossas ações nos caminhos do Eterno. Se fizermos isso, então seremos como a extensão do Mishkan, e o Eterno verdadeiramente habitará no meio de nós.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Generosidade (Gn. 41:57)

וְכָל-הָאָרֶץ בָּאוּ מִצְרַיְמָה לִשְׁבֹּר אֶל-יוֹסֵף: כִּי-חָזַק הָרָעָב בְּכָל-הָאָרֶץ

“E de todas as terras vinham ao Egito, para comprar de Yossef; porquanto a fome prevaleceu em todas as terras.” (Bereshit/Gênesis 41:57)

Yossef (José) poderia ter utilizado tais recursos unicamente para os egípcios, e poderia se sentir justificado. Mas, Yossef (José) foi generoso com as nações vizinhas, que também passavam fome. Esse é um dos segredos de uma vida próspera: Utilizar os recursos que estão em nossas mãos para fazermos coisas boas. Por que o Eterno colocaria mais recursos em nossas mãos, se não utilizarmos aquilo que Ele já colocou para fazermos aquilo que é reto diante dEle? Pense nisso, da próxima vez em que pedir ao Eterno por sua situação financeira.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.