Arquivo da tag: fé

Fé Sólida e Racional (Dt. 29:2)

הַמַּסּוֹת הַגְּדֹלֹת אֲשֶׁר רָאוּ עֵינֶיךָ–הָאֹתֹת וְהַמֹּפְתִים הַגְּדֹלִים הָהֵם

“As grandes provas que os teus olhos têm visto, aqueles sinais e grandes maravilhas.” (Debharim/Deuteronômio 29:2)

Por que a Torá enfatiza as provas, sinais e maravilhas vistos pelo povo de Israel? A resposta é: Porque o Eterno jamais desejou que alguém depositasse uma fé cega sobre Ele. Ele fez, demonstrou, e pediu ao povo então que confiasse. Muitos desses milagres podem ter explicações naturais, e as pragas do Egito já ganharam até documentários explicando tais fenômenos naturais. Mas, o milagre está na sincronicidade: Por que naquele momento, para aquelas pessoas, daquela forma, e numa sucessão tão intensa de sinais e prodígios? Analogamente, é importante nos perguntarmos, diante das bênçãos que já vivenciamos: Quais foram os eventos orquestrados pelo Eterno para que esses milagres tenham ocorrido conosco? Recordar é fundamental, para adquirir nEle a confiança para encarar dificuldades presentes e futuras, não por fé cega, mas sim através da certeza de que Aquele que outrora agiu, age hoje, e agirá no futuro.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Obstáculos Intransponíveis (Nm. 20:18)

יֹּאמֶר אֵלָיו אֱדוֹם לֹא תַעֲבֹר בִּי–פֶּן-בַּחֶרֶב אֵצֵא לִקְרָאתֶךָ

“Porém Edom lhe disse: Não passarás por mim, para que eu não saia com a espada ao teu encontro.” (Bamidbar/Números 20:18)

Edom recusara de todas as formas e maneiras que Israel passasse por seu território. Há momentos em nossas vidas em que algo semelhante ocorre conosco: Nos encontramos diante de obstáculos que não conseguimos transpor. Isso pode nos causar desânimo, abatimento, e até decepção. A solução para Israel foi contornar Edom. O caminho era mais difícil, e mais longo. Mesmo assim, o Eterno jamais deixou de conduzir Israel. Quando uma situação parece sem solução, lembre-se disso: Se o obstáculo é intransponível, o Eterno sempre nos conduz por outro caminho. É importante estarmos atentos aos sinais de que devemos tomar outro curso em nossas ações.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Propósito Soberano (Jó 42:2)

יָדַעְתִּי כִּי-כֹל תּוּכָל וְלֹא-יִבָּצֵר מִמְּךָ מְזִמָּה

“Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.” (Iyov/Jó 42:2)

A partir dessa frase, o destino de Iyov (Jó) começou a mudar. O Eterno queria que Iyov (Jó) aprendesse uma lição valiosa: A de que Ele é soberano, e não devemos lutar contra os seus desígnios. A capacidade de nos alinharmos, humildemente, com os propósitos do Criador tem influência direta sobre nossa felicidade. Enquanto a lição não é aprendida, perduram as adversidades para que possamos amadurecer. Quanto mais cedo nos convencemos de que Ele sabe melhor do que nós as razões pelas quais a vida nos leva a passar pelo que passamos, mais rapidamente estaremos prontos para a vitória.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Confiança Destrutiva (Pv. 25:19)

שֵׁן רֹעָה וְרֶגֶל מוּעָדֶת– מִבְטָח בּוֹגֵד בְּיוֹם צָרָה

“Fazer justiça e juízo é mais aceitável a ADONAY do que sacrifício.” (Mishlê/Provérbios 21:3)

Muitas pessoas acabam passando por situações difíceis, algumas delas se estendendo por anos, porque não atentam para uma recomendação importantíssima do Tanakh (Bíblia Hebraica): Não confiar excessivamente nas pessoas. Dente quebrado e pé deslocado são dores excruciantes, que nos paralisam até mesmo em coisas básicas, como nos alimentarmos e nos deslocarmos. Assim é o destino de quem confia demais. Acabará por sofrer enorme angústia, que afligirá até as coisas mais elementares de sua vida. É fundamental ser prudente, e não confiar demais, e estar atento para os sinais que frequentemente ignoramos, mas que o Eterno sempre coloca adiante de nós na Escritura, no conselho de pessoas sábias, ou mesmo em nossa consciência. De que adianta clamarmos ao Eterno por livramento, se não damos ouvidos à palavra dEle? Cuidemos para que não nos coloquemos desnecessariamente em ciladas.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

O Papel do Medo (Ex. 20:16)

וַיֹּאמֶר מֹשֶׁה אֶל-הָעָם אַל-תִּירָאוּ כִּי לְבַעֲבוּר נַסּוֹת אֶתְכֶם בָּא הָאֱלֹהִים וּבַעֲבוּר תִּהְיֶה יִרְאָתוֹ עַל-פְּנֵיכֶם–לְבִלְתִּי תֶחֱטָאוּ

“E disse Moshe ao povo: Não temais, Elohim veio para vos provar, e para que o seu temor esteja diante de vós, a fim de que não pequeis.” (Shemot/Êxodo 20:16)

Muitos associam ter medo com ter falta de fé. No entanto, não é assim. O medo é um sentimento que o Eterno criou em nós para nos manter alertas contra o perigo, inclusive do pecado. O medo é um sentimento normal do ser humano. Pedir ao Eterno que tire de nós o medo é um pedido vão, pois é a Ele que mude a natureza da Sua própria criação. O cuidado que devemos ter é de não permitir que o medo nos paralize diante do que temos que fazer. E isso não é responsabilidade do Eterno, e sim nossa. É importante saber a hora de dar ouvidos ao medo, para evitar a armadilha, e de vencer o medo, para evitar a estagnação.

© 5775 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Quando o Mundo Desaba (Gn. 7:5)

וַיַּעַשׂ נֹחַ כְּכֹל אֲשֶׁר-צִוָּהוּ יהוה

“E fez NoaH conforme a tudo o que ADONAY lhe ordenara.” (Bereshit/Gênesis 7:5)

O fato de NoaH (Noé) ter feito tudo que o Eterno ordenou é bastante enfatizado pela Torá, e repetido em vários pontos. Agir segundo a instrução do Eterno não impediu que NoaH (Noé) passasse pelo dilúvio. Certamente que passar tantos dias na arca com sua família foi tarefa sofrida. No entanto, foi justamente a obediência de NoaH que o salvou. Andar em retidão de conduta não nos impede de passarmos pelos dilúvios da vida. Momentos em que parece que o mundo desabou sobre nós. No entanto, é justamente a nossa obediência que nos faz sobreviver e seguir adiante, ao invés de nos afogarmos em meio a tantos problemas. Tenha confiança no Criador e em breve, assim como NoaH, você voltará a fincar seu pé em terra seca.

© 5755 – Qol haTorah (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Enxergando Além (Nm. 33:55)

וְאִם-לֹא תוֹרִישׁוּ אֶת יֹשְׁבֵי הָאָרֶץ מִפְּנֵיכֶם וְהָיָה אֲשֶׁר תּוֹתִירוּ מֵהֶם לְשִׂכִּים בְּעֵינֵיכֶם וְלִצְנִינִם בְּצִדֵּיכֶם וְצָרְרוּ אֶתְכֶם עַל-הָאָרֶץ אֲשֶׁר אַתֶּם יֹשְׁבִים בָּהּ

“Mas se não lançardes fora os habitantes da terra de diante de vós, os que deixardes ficar vos serão como farpas nos olhos, e como espinhos nas costas, e vos perturbarão na terra em que habitardes.” (Bamidbar/Números 33:55)

Muitos questionam porque o Eterno teria ordenado uma guerra aos filhos de Israel. Porém, o motivo é explicado pela própria Torah: Se os filhos de Israel nada tivessem feito a respeito daqueles povos, sofreriam consequências posteriores. Muitas vezes, não compreendemos a maneira como o Eterno age. Porém, isso geralmente significa apenas que nosso conhecimento é limitado e nos falta capacidade de enxergar além. A resposta pode vir muito tempo depois. Lembre-se: O Eterno está acima do tempo. Somente Ele enxerga todas as coisas.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Adversidade e Ação (Reflexão Especial)

וַחֲזַקְתֶּם מְאֹד–לִשְׁמֹר וְלַעֲשׂוֹת אֵת כָּל-הַכָּתוּב בְּסֵפֶר תּוֹרַת מֹשֶׁה לְבִלְתִּי סוּר-מִמֶּנּוּ יָמִין וּשְׂמֹאול

“Esforçai-vos, pois, para guardar e cumprir tudo quanto está escrito no livro da Torah de Moshe, para que dela não vos desvieis nem para a direita nem para a esquerda;” (Yehoshua’/Josué 23:6)

Muitas religiões são contemplativas, e suas obras sagradas se propõem a descrever os mistérios do universo. Não é assim com a Torah, a revelação original. Existe uma razão pela qual o livro mais sagrado de nossa fé é um conjunto de instruções de como viver: o Eterno deseja nos ensinar que a verdadeira fé é uma fé de ações diárias, e não de conceitos teológicos. Em momentos de grande dor e dificuldade, podemos nos sentir perplexos, perdidos, e totalmente vulneráveis. Nessas horas, devemos compreender que o Eterno espera de nós que encontremos, na Torah, forças para agirmos, fazendo a coisa certa. Não tenha medo de agir conforme os princípios da Torah. Quando fazemos isso, Ele nos abençoa e dirige nossos passos. Jamais devemos nos abater, e deixar de lutar, para fazermos a coisa certa.

Esta reflexão é em memória de Eyal, Gilad e Naftali, cujas vidas foram prematuramente ceifadas em um ataque brutal ao povo judeu.

Grandes Conquistas (Nm. 13:30)

וַיַּהַס כָּלֵב אֶת-הָעָם אֶל-מֹשֶׁה וַיֹּאמֶר עָלֹה נַעֲלֶה וְיָרַשְׁנוּ אֹתָהּ–כִּי-יָכוֹל נוּכַל לָהּ

“Então Calev, fazendo calar o povo perante Moshe, disse: Subamos animosamente, e apoderemo-nos dela; porque bem poderemos prevalecer contra ela.” (Bamidbar/Números 13:30)

Uma pessoa que vive nos caminhos do Eterno é capaz de ter uma vida de grandes proezas. Porém, isso não se faz sem confiança nEle. Calev (Calebe) sabia disso, e por isso animou o povo a subir para a terra da promessa. É importante nos cercarmos de pessoas como Calev, que nos animem, nos incentivem e nos encorajem a sermos ousados em nossa confiança no Eterno. Muitas vezes deixamos de alcançar bênçãos porque tememos deixar a nossa zona de conforto. Nessas horas, estar cercado de pessoas que confiam no poder do Eterno pode fazer toda a diferença, e nos levar a grandes conquistas.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Insegurança (Dn. 12:13)

וְאַתָּה לֵךְ לַקֵּץ וְתָנוּחַ וְתַעֲמֹד לְגֹרָלְךָ לְקֵץ הַיָּמִין

“Tu, porém, vai até ao fim; porque descansarás, e te levantarás na tua herança, no fim dos dias..” (Daniel 12:13)

Viver à época de eleições ou mudanças no cenário internacional nos traz possivelmente algumas sensações semelhantes às que teve Daniel ao receber a revelação de suas visões: O que será de nós em meio às disputas dos poderosos? Parece que, com uma palavra, os poderosos podem destruir tudo o que construímos. Diante de tantas incertezas, Daniel é confortado sobre o fato de que o Eterno cuidaria dele, acontecesse o que fosse acontecer. Da mesma forma, não devemos nos perturbar excessivamente com tais coisas, pois nossa confiança está no Criador dos céus e da terra.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.