Arquivo da tag: conforto

Limites (Ex. 35:3)

לֹא-תְבַעֲרוּ אֵשׁ בְּכֹל מֹשְׁבֹתֵיכֶם בְּיוֹם הַשַּׁבָּת

“Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas no dia de Shabat.” (Shemot/Êxodo 35:3)

Uma boa parte da Torá está relacionada com o reconhecimento dos direitos básicos, e também dos limites do ser humano. Um desses elementos é o Shabat. Por intermédio do exemplo bíblico do Shabat, Israel afetou toda a humanidade, uma vez que hoje o descanso semanal é amplamente reconhecido como importante para a saúde física, mental e espiritual. O Eterno deu a Sua revelação para permitir que o homem fosse livre. Não interfere, porém, no livre arbítrio. E há homens que escravizam a si mesmos. O versículo acima começa com uma palavra importante: Não. Dizer ‘não’ a si mesmo é reconhecer o próprio limite. Há quem, por conta de seus objetivos pessoais, tais como trabalho, estudo, hobbies, etc., destrua a si mesmo ao passar por cima desses limites. Se buscamos o auxílio do Criador, é fundamental que não venhamos nós mesmos a nos escravizar.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

O Poder do Sustento (Gn. 48:3)

וַיֹּאמֶר יַעֲקֹב אֶל-יוֹסֵף אֵל שַׁדַּי נִרְאָה-אֵלַי בְּלוּז בְּאֶרֶץ כְּנָעַן וַיְבָרֶךְ אֹתִי

“E Ya`aqob disse a Yossêf: O El Shaday me apareceu em Luz, na terra de Kena`an, e me abençoou.” (Bereshit/Gênesis 48:3)

A frase de Ya`aqob (Jacó) é impactante. Para se referir ao Eterno, ele utiliza o termo El Shaday (אל שדי), que no contexto da época estaria associado ao sustento e à provisão. Esse uso não é por acaso. No verso 21, ele diria a Yossêf (José) que o Eterno o faria voltar à terra de Kena`an (Canaã). O Egito era uma terra extremamente fértil, e devido ao Nilo, tinha muita abundância. Não era assim com Kena`an, que dependia quase que exclusivamente do envio das chuvas. Ao falar sobre El Shaday, Ya`aqob está dizendo a seu filho: “Não tenha medo de sair de uma situação confortável, e buscar a promessa do Criador.” Por mais confortável que o Egito fosse, significaria o fim da nação de Israel através da assimilação ou, pior, da escravidão. Assim também é conosco: Há momentos em que o Eterno nos incita a saírmos de nossa zona de conforto, porque Ele deseja nos conduzir a um lugar melhor, onde derramará Suas bênçãos sobre nossas cabeças. É importante termos coragem para dizer: Nosso sustento vem dEle, e não das circunstâncias. Quando fazemos isso, Ele nos provê mais do que o sustento: Ele nos dá um relacionamento com Ele como nunca antes tivemos.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Conforto x Crescimento (Dt. 20:4)

כִּי יהוה אֱלֹהֵיכֶם הַהֹלֵךְ עִמָּכֶם–לְהִלָּחֵם לָכֶם עִם-אֹיְבֵיכֶם לְהוֹשִׁיעַ אֶתְכֶם

“Pois YHWH vosso Elohim é o que vai convosco, a pelejar contra os vossos inimigos, para salvar-vos.” (Devarim/Deuteronômio 20:4)

O Eterno é poderoso o suficiente para fazer simplesmente desaparecer qualquer inimigo da frente do Seu povo. No entanto, Ele opta por pelejar juntamente com o povo, ao invés de fazer tudo Ele próprio. Há aqui uma preciosa lição da Torah: A forma do Eterno agir não é nos colocando numa redoma, e nos infantilizando, como uma mãe super-protetora faz com o filho, mas sim nos encorajando a encararmos desafios, e nos ajudando a confiar que Ele está conosco. É um processo mais sofrido, porém que proporciona grande amadurecimento. Às vezes é muito mais importante para o Eterno que encaremos desafios e saiamos fortalecidos, do que agir fazendo o nosso problema desaparecer, e desperdiçando a oportunidade de crescimento.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.