Arquivo da tag: caráter

Bom Nome (Pv. 22:1)

נִבְחָר שֵׁם מֵעֹשֶׁר רָב: מִכֶּסֶף וּמִזָּהָב חֵן טוֹב

“Vale mais ter um bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado é melhor do que a riqueza e o ouro.” (Mishlê/Provérbios 22:1)

O mundo atual sugere que devamos investir muito em nós: novos conhecimentos, novas formações, crescimento de carreira, etc. Contudo, uma virtude tem sido deixada esquecida: A de se ter um bom nome. Atinge-se um bom nome com atos de justiça, mesmo quando a injustiça nos favoreceria. Tendemos a ser mais permissivos quando algo injusto nos é benéfico, mas esse é o caminho mais rápido para a ruína do nome. Seja reto, íntegro em todas as coisas, senhor de seus lábios e de seus atos, pois o bom nome é o melhor investimento que se pode fazer sobre si, e é uma virtude cada vez mais rara.

© 2014 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Ser Usado (Et. 2:7)

וַיְהִי אֹמֵן אֶת-הֲדַסָּה הִיא אֶסְתֵּר בַּת-דֹּדוֹ–כִּי אֵין לָהּ אָב וָאֵם וְהַנַּעֲרָה יְפַת-תֹּאַר, וְטוֹבַת מַרְאֶה וּבְמוֹת אָבִיהָ וְאִמָּהּ לְקָחָהּ מָרְדֳּכַי לוֹ לְבַת
“Este criara a Hadassa (que é Ester, filha de seu tio), porque não tinha pai nem mãe; e era jovem bela de presença e formosa; e, morrendo seu pai e sua mãe, Mordekhai a tomara por sua filha.” (Ester 2:7)

Hadassa (Ester) havia sofrido muito, ao longo de sua vida. Tendo ficado órfã, precisou ser adotada por seu tipo, Mordekhai (Mardoqueu). Hadassa, porém, viria a se tornar a rainha do Reino da Pérsia, e teria papel decisivo em livrar os judeus da morte, e mudar a sua sorte. Isso não é coincidência. O sofrimento muitas vezes suaviza o caráter e nos torna sensíveis à realidade das pessoas à nossa volta. É quase certo afirmar que aquele que coloca em seu coração que quer ser usado pelo Criador passará primeiro por grande sofrimento. Frequentemente, quando prepara alguém para algum papel especial, o Eterno o faz primeiro conhecer o sofrimento como uma escola, para que o aprendizado possa capacitar a pessoa a ser usada da maneira que Ele deseja.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Ma Tovu (Nm. 24:5)

“Quão formosas são as tuas tendas, ó Ya’akov, as tuas moradas, ó Israel!” (Bamidbar/Números 24:5)

Ma Tovu

É costume recitar estas palavras, em hebraico (vide título), ao se adentrar uma sinagoga. As palavras foram proferidas por Bil’am (Balaão), que havia sido encarregado de proferir maldições contra Israel. Suas palavras saíram após ele se maravilhar com a atuação do Eterno no meio de Israel. Se aqueles que adentram nossos lares, nossas reuniões, nossas sinagogas, e nossos núcleos sociais, puderem sentir nossa amorosidade e seriedade de caráter, essas palavras também se aplicarão a nós.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.