Arquivo da tag: bênção

Generosidade (Gn. 41:57)

וְכָל-הָאָרֶץ בָּאוּ מִצְרַיְמָה לִשְׁבֹּר אֶל-יוֹסֵף: כִּי-חָזַק הָרָעָב בְּכָל-הָאָרֶץ

“E de todas as terras vinham ao Egito, para comprar de Yossef; porquanto a fome prevaleceu em todas as terras.” (Bereshit/Gênesis 41:57)

Yossef (José) poderia ter utilizado tais recursos unicamente para os egípcios, e poderia se sentir justificado. Mas, Yossef (José) foi generoso com as nações vizinhas, que também passavam fome. Esse é um dos segredos de uma vida próspera: Utilizar os recursos que estão em nossas mãos para fazermos coisas boas. Por que o Eterno colocaria mais recursos em nossas mãos, se não utilizarmos aquilo que Ele já colocou para fazermos aquilo que é reto diante dEle? Pense nisso, da próxima vez em que pedir ao Eterno por sua situação financeira.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Bênçãos (2 Sm. 7:14)

אֲנִי אֶהְיֶה-לּוֹ לְאָב וְהוּא יִהְיֶה-לִּי לְבֵן–אֲשֶׁר בְּהַעֲו‍ֹתוֹ וְהֹכַחְתִּיו בְּשֵׁבֶט אֲנָשִׁים וּבְנִגְעֵי בְּנֵי אָדָם

“Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; e, se vier a transgredir, castigá-lo-ei com vara de homens, e com açoites de filhos de homens.” (Shemuel Bet/2 Samuel 7:14)

Shelomoh (Salomão) foi abençoado pelo Eterno desde antes de nascer, com o compromisso de que o Eterno o trataria como um pai trata um filho. Porém, essa bênção também veio com uma responsabilidade. O Eterno também o puniria, como um pai faz a um filho que se desvia do bom caminho. Todos nós buscamos bênçãos do Eterno, mas não há bênção que venha sem uma responsabilidade de administrarmos aquilo que de bom o Eterno nos concede. Nossa resposta a esse chamado à responsabilidade determinará se estamos prontos ou não para bênçãos maiores.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Bons Frutos (1 Sm. 30:11)

וַיִּמְצְאוּ אִישׁ-מִצְרִי בַּשָּׂדֶה, וַיִּקְחוּ אֹתוֹ אֶל-דָּוִד; וַיִּתְּנוּ-לוֹ לֶחֶם וַיֹּאכַל, וַיַּשְׁקֻהוּ מָיִם

“E acharam no campo um homem egípcio, e o trouxeram a Dawid; deram-lhe pão, e comeu, e deram-lhe a beber água.” (Shemuel Alef/1 Samuel 30:11)

Uma das mais importantes vitórias militares de Dawid narradas no Tanakh (Bíblia Hebraica) ocorreu porque ele e seus homens pararam para cuidar de um homem estrangeiro caído no campo. Muitas vezes, o Eterno coloca adiante de nós oportunidades de fazer o bem, que resultam no retorno de um bem ainda maior para nós. Antes de nos indagarmos pelas bênçãos do Eterno, devemos avaliar se em nossas vidas temos aproveitado essas oportunidades. Embora devamos fazer o bem porque é certo, a Torah também indica que colhemos os frutos de nossas escolhas. E sem boas escolhas, não há possibilidade de bons frutos.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Bênção e Ação (Ne. 3:1)

“E levantou-se Eliashav, o cohen hagadol, com os seus irmãos, os cohanim, e reedificaram a porta das ovelhas, a qual consagraram; e levantaram as suas portas, e até à torre de Meah consagraram, e até à torre de Hananel.” (Nechemiyah/Neemias 3:1)

É quase um milagre como os homens foram capazes de re-edificarem Israel das ruínas após a volta do exílio babilônio. Mesmo com a moral abatida em com tudo em ruínas, esses homens encontraram forças em sua confiança no Eterno para fazerem o que precisava ser feito. Mas eles não aguardaram por obras sobrenaturais. Primeiro começaram a agir, e em seguida o Eterno os abençoou. Se algo em sua vida está em ruínas, reflita: Está faltando bênção, ou está faltando ação?

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Atitude x Promessa (Jr. 7:3)

“Assim diz YHWH dos Exércitos, o Elohim de Israel: Emendai os vossos caminhos e as vossas obras, e vos farei habitar neste lugar.” (Yirmiyahu/Jeremias 7:3)

Muita gente, de diversas religiões, tenta fazer promessas e acordos com o Eterno. Geralmente, afirmam que se o Eterno os abençoar, então farão algo que supostamente agrade a Ele. O Eterno já nos deixou revelado o que Ele espera de nós. E a sua promessa de bênção já existe. Mude primeiro a sua vida, e emende aquilo que está torto, e você será abençoado. Não é preciso barganhar com Ele. Aproxime-se dEle, seja fiel aos Seus princípios, e Ele cuidará de você.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Retribuição (1 Rs. 15:4)

“Mas, por amor de David, YHWH seu Elohim lhe deu uma lâmpada em Yerushalayim, levantando a seu filho depois dele, e confirmando a Yerushalayim.” (Melachim Alef/1 Reis 15:4)

Há um intervalo de quase cinquenta anos entre o reinado de David, e o reinado de Assa, aqui referenciado. Não há quem saiba retribuir atos de bondade e retidão melhor do que o Eterno! Temos a tendência de enxergar apenas o futuro mais imediato, mas às vezes um gesto simples de retidão hoje pode influenciar o nosso futuro, ou até mesmo o destino de nossos descendentes. Aproxime-de do Eterno, e Ele cuidará de você por toda a sua vida. Ande em amor e temor a Ele, e Ele nunca se esquecerá de você.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

O Rosto de YHWH (Nm. 6:26)

 “YHWH erga o Seu rosto sobre ti, e te conceda o shalom.” (Bamidbar/Números 6:26)

É curioso como na birkat cohanim (bênção sacerdotal) por duas vezes se faça referência à face do Eterno. Nesta última, associada ao shalom. No hebraico, shalom significa não apenas paz, mas completude ou plenitude. E o rosto, no hebraico, é muitas vezes expressão idiomática para se referir à presença do Eterno. Há quem ore pedindo paz e prosperidade. Mas, se buscarmos simplesmente estar na presença dEle, através de uma vida pautada na Torah (Instrução), todas as nossas necessidades serão supridas.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Bênção Inesperada (Nm. 5:28)

 “Mas se a mulher não se profanou e está pura, ela será inocentada e será fértil.” (Nm. 5:28)

É curioso como o rito das águas amargas poderia se tornar em bênção ou maldição para a vida da mulher, de acordo com a sua fidelidade. Muitas vezes, é inevitável passarmos por constrangimentos, ou por situações que consideraríamos terríveis. A diferença de quem é fiel não está na isenção de passar por tais coisas. A diferença está nos resultados. Para aquele que busca a Elohim, mesmo a maior tristeza pode se transformar numa grande bênção, no tempo oportuno.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.