Testemunho Vivo (Js. 4:6)

לְמַעַן תִּהְיֶה זֹאת אוֹת–בְּקִרְבְּכֶם כִּי-יִשְׁאָלוּן בְּנֵיכֶם מָחָר לֵאמֹר מָה הָאֲבָנִים הָאֵלֶּה לָכֶם

“Para que isto seja por sinal entre vós; e quando vossos filhos no futuro perguntarem, dizendo: Que significam estas pedras?” (Yehoshua`/Josué 4:6

As doze pedras colocadas na conquista da terra simbolizavam o que o Eterno fez para cada uma das tribos. Era um testemunho vivo de que aquilo que o Eterno promete, Ele sempre cumpre. A função dessas pedras era evitar que as gerações futuras se sentissem excluídas das promessas do Criador. Assim é conosco: Frequentemente nos sentimos excluídos das bênçãos do Eterno quando passamos por adversidades. Um dos motivos para esse sentimento pode ser o fato de que, quando estamos em tempos de bênçãos, não lembramos de firmar testemunho daquilo que foi feito por nós. Sem o testemunho da bênção, atravessar a adversidade pode ser bem mais doloroso. Lembre-se disso da próxima vez que o Eterno te abençoar, para que a memória persista também nos tempos das provações.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Comentários

comments