Redenção e Coragem (Ed. 6:19)

גַּם טוֹבֹתָיו הָיוּ אֹמְרִים לְפָנַי וּדְבָרַי הָיוּ מוֹצִיאִים לוֹ אִגְּרוֹת שָׁלַח טוֹבִיָּה לְיָרְאֵנִי

“E os filhos do cativeiro celebraram o PessaH no dia catorze do primeiro mês.” (`Ezra/Esdras 6:19)

A alegria em Jerusalém era enorme. O povo judeu havia sido remido do cativeiro babilônio, e celebraria o seu primeiro PessaH (Páscoa) após o exílio. Pode-se observar a mesma alegria nos olhos dos descendentes dos judeus da Inquisição, quando celebram o PessaH após gerações de afastamento de suas origens. PessaH é uma ocasião muito propícia para tamanha alegria, pois é justamente a comemoração da redenção. Uma festa com uma importante mensagem: O Eterno nunca nos abandonará. Que essa mensagem possa estar nos corações de todos aqueles que, como os pioneiros após o exílio, tanto egípcio quanto babilônio, encararam a árdua missão de restaurar o que havia sido destruído. Que a geração da redenção dos descendentes da Inquisição possa encontrar a mesma coragem, com alegria e determinação.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Comentários

comments