Ser Usado (Et. 2:7)

וַיְהִי אֹמֵן אֶת-הֲדַסָּה הִיא אֶסְתֵּר בַּת-דֹּדוֹ–כִּי אֵין לָהּ אָב וָאֵם וְהַנַּעֲרָה יְפַת-תֹּאַר, וְטוֹבַת מַרְאֶה וּבְמוֹת אָבִיהָ וְאִמָּהּ לְקָחָהּ מָרְדֳּכַי לוֹ לְבַת
“Este criara a Hadassa (que é Ester, filha de seu tio), porque não tinha pai nem mãe; e era jovem bela de presença e formosa; e, morrendo seu pai e sua mãe, Mordekhai a tomara por sua filha.” (Ester 2:7)

Hadassa (Ester) havia sofrido muito, ao longo de sua vida. Tendo ficado órfã, precisou ser adotada por seu tipo, Mordekhai (Mardoqueu). Hadassa, porém, viria a se tornar a rainha do Reino da Pérsia, e teria papel decisivo em livrar os judeus da morte, e mudar a sua sorte. Isso não é coincidência. O sofrimento muitas vezes suaviza o caráter e nos torna sensíveis à realidade das pessoas à nossa volta. É quase certo afirmar que aquele que coloca em seu coração que quer ser usado pelo Criador passará primeiro por grande sofrimento. Frequentemente, quando prepara alguém para algum papel especial, o Eterno o faz primeiro conhecer o sofrimento como uma escola, para que o aprendizado possa capacitar a pessoa a ser usada da maneira que Ele deseja.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Comentários

comments