Religiosidade e Agressividade (Jó 36:4)

כִּי-אָמְנָם לֹא-שֶׁקֶר מִלָּי תְּמִים דֵּעוֹת עִמָּךְ

“Porque na verdade, as minhas palavras não serão falsas; contigo está um que tem perfeito conhecimento.” (Iyob/Jó 36:4)

Elihu talvez tenha sido um dos mais arrogantes dos amigos de Iyobh (Jó). Julgando-se conhecedor da verdade, utilizou-a para ferir, ao invés de para curar. Sua própria arrogância espiritual o vitimou. Por trás de pessoas cheias de certezas e que se julgam conhecedoras de toda a verdade, é comum encontrar aqueles que ocultam seus próprios pecados, falhas ou inseguranças. Será que Elihu seria capaz de enfrentar o escrutínio do mesmo critério que ele próprio estabelecia para Iyob? Dificilmente os radicais são capazes de sustentar o peso de suas próprias acusações, haja vista que não são motivadas por desejo amoroso de recuperar um terceiro, mas sim por uma incontrolável agressividade que é movida por sua própria perversidade.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Comentários

comments