Pra quê? (Ec. 2:11)

“”Então olhei eu para todas as obras que as minhas mãos haviam feito, como também para o trabalho que eu aplicara em fazê-las; e eis que tudo era vaidade e desejo vão, e proveito nenhum havia debaixo do sol.” (Cohelet/Eclesiastes 2:11)

Há momentos em que olhamos para nossas vidas e nos indagamos: Pra quê tudo isso? E sentimos todo o peso do esforço que fazemos, e que parece em vão. Na realidade, o que define se nossas ações são vãs são os nossos objetivos. Uma mesma ação pode ser vã, ou pode ser fundamental. Há momentos em que precisamos sentar e avaliar nossos objetivos. Lembre-se: o povo de Israel tem uma missão, que é muito maior do que a realidade imediata de nossas vidas.

© 2013 – Kol haTorah (www.kol-hatorah.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Comentários

comments