Desconstruindo para Reconstruir (Mensagem Especial de Rosh Hodesh)

וְאֶת-הַדָּבָר הַזֶּה עֲשֵׂה הָסֵר הַמְּלָכִים אִישׁ מִמְּקֹמוֹ וְשִׂים פַּחוֹת תַּחְתֵּיהֶם

“Escondeu-se, pois, Dawid no campo; e, sendo a lua nova, assentou-se o rei para comer pão.” (Shemu’el Aelf/1 Samuel 20:24)

A lua nova, nos tempos bíblicos, era marcada pelo reaparecimento da luz da lua após estar oculta ao final do quarto minguante. A volta da luz da lua era marcada por grande celebração. E justamente nessa época, Dawid (Davi) não tinha muitos motivos para celebrar. Acuado, perseguido e escondido, Dawid viu sua vida se esfacelar diante de seus olhos, devido ao ciúme do rei. No entanto, foi justamente a partir dessa situação que Dawid foi conduzido ao reinado de Israel, tendo sido um dos reis israelitas mais importantes da história, cuja dinastia perdurará até o fim desta existência. Sem tirar Dawid da posição onde estava, não teria sido possível conduzi-lo ao objetivo final. Frequentemente, as maiores e mais importantes bênçãos do Eterno começam com períodos em que nossas vidas viram de pernas para o ar, em que tudo que é novo parece ser pior, e que os prognósticos são os mais pessimistas possíveis. Nessas horas, no Eterno é fundamental para não se abater, pois toda grande renovação começa com desconstrução.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Comentários

comments