Castelos de Areia (Pv. 19:4)

הוֹן–יֹסִיף רֵעִים רַבִּים וְדָל מֵרֵעֵהוּ יִפָּרֵד

“As riquezas granjeiam muitos amigos; mas do pobre o seu próprio amigo se separa.” (Mishlê/Provérbios 19:4)

Os últimos meses no Brasil têm sido bastante tensos, em virtude da crise financeira. Muitos dos que foram afetados se sentem mal, não apenas pela crise propriamente dita, mas sim pelo fato de que os amigos rapidamente se afastam daquele que está em dificuldades. Num primeiro momento, isso pode ser bastante doloroso. Afinal, sentir-se sozinho e sem recursos é algo árduo. No entanto, quando essas amizades se vão, assim como outras coisas nas quais depositávamos nossa confiança, como castelos de areia ruindo, podemos perceber a limpeza que o Eterno produz em nossas vidas, para nos refinar e nos alertar, a fim de que estejamos mais atentos aos sinais negativos. Não perca tempo se lamentando porque pessoas tóxicas, ou situações incertas, se foram, antes, concentre-se no Criador, e Ele te conduzirá pelo caminho da restauração.

© 5776 – Qol haTorá (www.judeu.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Comentários

comments