Arquivo da categoria: Ketuḇim

Castelos de Areia (Pv. 19:4)

הוֹן–יֹסִיף רֵעִים רַבִּים וְדָל מֵרֵעֵהוּ יִפָּרֵד

“As riquezas granjeiam muitos amigos; mas do pobre o seu próprio amigo se separa.” (Mishlê/Provérbios 19:4)

Os últimos meses no Brasil têm sido bastante tensos, em virtude da crise financeira. Muitos dos que foram afetados se sentem mal, não apenas pela crise propriamente dita, mas sim pelo fato de que os amigos rapidamente se afastam daquele que está em dificuldades. Num primeiro momento, isso pode ser bastante doloroso. Afinal, sentir-se sozinho e sem recursos é algo árduo. No entanto, quando essas amizades se vão, assim como outras coisas nas quais depositávamos nossa confiança, como castelos de areia ruindo, podemos perceber a limpeza que o Eterno produz em nossas vidas, para nos refinar e nos alertar, a fim de que estejamos mais atentos aos sinais negativos. Não perca tempo se lamentando porque pessoas tóxicas, ou situações incertas, se foram, antes, concentre-se no Criador, e Ele te conduzirá pelo caminho da restauração.

© 5776 – Qol haTorá (www.judeu.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Relacionamentos (Pv. 17:17)

בְּכָל-עֵת אֹהֵב הָרֵעַ וְאָח לְצָרָה יִוָּלֵד

“Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão.” (Mishlê/Provérbios 17:17)

Problemas familiares, ou com amizades, são coisas muito comuns de acontecer no nosso cotidiano. Porém, observe como o texto da Escritura diz que o irmão nasce na hora da angústia. O brasileiro é um povo muito amistoso, mas de relacionamentos extremamente superficiais, e isso gera muita decepção. Mas se você enfrenta tais situações, não fique triste! Saiba que muitas vezes as adversidades vêm justamente para servirem como uma depuração de nossos relacionamentos, e nos mostrar quem realmente se importa conosco. Se isso te acontecer, não se desespere, nem se surpreenda. Antes, procure olhar ao redor, e veja quem realmente te ofereceu o ombro e te estendeu a mão. Esse é o irmão que o Eterno colocou na sua vida, um anjo do Senhor que trouxe consigo a mensagem de que você tem valor. Não perca tempo com quem te vê de forma utilitária ou meramente casual. Investir emocionalmente nessas pessoas só trará angústia e dor, ao passo que aproximar-se daquele que realmente te apoia na angústia certamente pavimentará a sua felicidade.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

O Melhor e o Pior (Sl. 25:7)

חַטֹּאות נְעוּרַי וּפְשָׁעַי אַל-תִּזְכֹּר כְּחַסְדְּךָ זְכָר-לִי-אַתָּה לְמַעַן טוּבְךָ יהוה

“Não te lembres dos pecados da minha mocidade, nem das minhas transgressões; mas segundo a tua misericórdia, lembra-te de mim, por tua bondade, ADONAY.” (Tehilim/Salmos 25:7)

O salmista pede ao Eterno que seja misericordioso ao se lembrar dele. Isto é, que o Eterno não pense nos pecados dele, nem se lembre de suas falhas. Ele deseja que o Eterno veja o que há de melhor nele, e não o que há de pior. Todos nós temos as nossas qualidades e nossas dificuldades. No entanto, é muito comum que nós sejamos benevolentes com as nossas falhas, e implacáveis com as falhas do próximo. Você deseja que o Eterno veja o seu melhor. Por que, então, ver o que há de pior no próximo? Busque ver o que há de melhor no próximo, e até mesmo aprender com ele. Não seja rápido em considerar alguém como iníquo, sem que para isso haja realmente uma razão grave. Se descartarmos a todos por suas falhas, também iremos nos privar de desfrutarmos suas virtudes.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Paz e shalom (Sl. 4:9)

בְּשָׁלוֹם יַחְדָּו אֶשְׁכְּבָה וְאִישָׁן כִּי-אַתָּה יהוה לְבָדָד לָבֶטַח תּוֹשִׁיבֵנִי

“Em paz também me deitarei e dormirei, porque só tu, ADONAY, me fazes habitar em segurança.” (Tehilim/Salmos 4:9) (4:8* em algumas Bíblias)

Geralmente as Bíblias traduzem shalom como paz. Contudo, a paz que pensamos hoje, no Ocidente do século XXI, é muito diferente do que se chamava de shalom nos tempos bíblicos. Costumamos pensar em paz como tranquilidade e paz de espírito. Para os semitas, porém, ter shalom significava ter plenitude. Era ter a certeza de que teriam alimento ao fim da colheita, e que suas terras não seriam invadidas, que sua posteridade seria próspera e que teriam segurança. Não era necessariamente ter tranquilidade a todo momento, mas sim a certeza de que o Eterno lhes daria provisão de todas as coisas. Talvez você tenha dias angustiantes, estressantes e cansativos. Mas aquele que serve ao Eterno tem a certeza e a segurança de que Ele tomará conta de todas as coisas. Se pensarmos em tudo que já nos ocorreu, mesmo em meio à tribulação, podemos ter a certeza de que Ele nos dará plenitude, e que a plenitude nos conduzirá à paz.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Fardo e Ansiedade (Sl. 55:22)

הַשְׁלֵךְ עַל-יהוה יְהָבְךָ וְהוּא יְכַלְכְּלֶךָ: לֹא-יִתֵּן לְעוֹלָם מוֹט לַצַּדִּיק

“Lança o teu fardo sobre ADONAY, e Ele te susterá; nunca permitirá que o justo seja abalado.” (Tehilim/Salmos 55:22)

Poucas coisas produzem tanto desgaste no ser humano quanto a ansiedade. E nos dias atuais, com a velocidade que o mundo anda, é quase impossível se ver totalmente livre dela. Quando o salmista diz para lançar o fardo sobre o Eterno, isso é muito mais do que pedir a Ele que cuide do assunto que te angustia. É também reconhecer que Ele é capaz de suportar nossas angústias. Confie que você pode se apresentar diante dEle mesmo quando está ansioso, porque Ele nos aceita mesmo quando estamos abalados. Ao fazer isso, abrimos a porta para que Ele se torne o nosso firme alicerce, sobre o qual podemos fundamentar a nossa fé, na certeza de que Ele nos suprirá em nossas dificuldades. .

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Não a nós (Sl. 115)

לֹא לָנוּ יהוה לֹא-לָנוּ כִּי-לְשִׁמְךָ תֵּן כָּבוֹד–עַל-חַסְדְּךָ עַל-אֲמִתֶּךָ

“Não a nós, ADONAY, não a nós, mas ao Teu Nome dá glória, por amor da tua benignidade e da tua verdade.” (Tehilim/Salmos 115:1)

O egocentrismo é um dos maiores empecilhos para o progresso na vida espiritual. Muitas vezes, oramos por uma questão porque queremos nos destacar dos demais. Noutras situações, oramos porque queremos delegar ao Eterno a responsabilidade de fazer as mudanças necessárias em nossas vidas. Uma boa maneira de medir a intenção é nos indagarmos: Quem receberá glória? Será o Eterno, por Seu grande feito? Ou seremos nós, que nos destacaremos, seja no trabalho, no ambiente onde moramos, ou até mesmo como pessoas dotadas de grande espiritualidade? Por que queremos a interferência do Eterno? Para que Ele seja glorificado? Ou para que nós fiquemos livres de nossa responsabilidade? Refletir sobre a quem a glória será dada ajuda a separar a boa oração daquela que é um exercício de vaidade.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.

Paz de Espírito (Sl. 29:11)

יהוה–עֹז לְעַמּוֹ יִתֵּן יְהוָה, יְבָרֵךְ אֶת-עַמּוֹ בַשָּׁלוֹם

“ADONAY dará força ao seu povo; ADONAY abençoará o seu povo com paz.” (Tehilim/Salmos 29:11)

Talvez você esteja hoje precisando de paz de espírito. Talvez você esteja hoje perplexo diante dos desafios e das dores da vida. Talvez você esteja se perguntando até quando. Que seja o Eterno a sua força e o seu apoio. Procure focar nEle por alguns minutos, e se permita deixar a sua mente livre de todas as coisas por alguns instantes. Só por alguns instantes, permita que Ele te conceda a paz. Uma pequena semente de paz pode fazer toda a diferença quanto aos frutos do futuro, pois nEle encontraremos a força para vencer as adversidades.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Herdeiros do Altíssimo (Sl. 8:4)

מָה-אֱנוֹשׁ כִּי-תִזְכְּרֶנּוּ וּבֶן-אָדָם כִּי תִפְקְדֶנּוּ

“Que é o homem, para que te lembres dele? e o filho do homem, para que o visites?” (Tehilim/Salmos 8:4)

Quando foi a última vez que você olhou para um céu estrelado? O salmista olha, e contempla as estrelas, e é tomado por um sentimento de assombro diante da grandeza da obra do Eterno. O universo, cujas maravilhas o ser humano está apenas engatinhando em entender, testifica da glória e do poder do Criador. A Causa de todas as causas; Aquele que disse, e o universo veio a existir, se importa com cada um de nós. Cada vida Lhe é preciosa, e a nenhuma considera insignificante. Você é herdeiro das estrelas, feito e concebido para desfrutar dos mistérios e das maravilhas celestiais pela eternidade. Coloque agora isso numa balança, face os desafios e sofrimentos que você enfrenta, e verá que são coisas passageiras, e que Aquele que te destinou para a grandeza é muito maior do que elas.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

Entrega e Confia (Sl. 37:5)

גּוֹל עַל-יהוה דַּרְכֶּךָ וּבְטַח עָלָיו וְהוּא יַעֲשֶׂה

“Entrega o teu caminho a ADONAY; confia nEle, e Ele o fará.” (Tehilim/Salmos 37:5)

O salmista fala sobre mais do que simplesmente apresentar o teu caminho diante do Eterno. Ele diz: Entrega teu caminho. Isso não é tarefa fácil. Nós queremos estar no controle; queremos definir o que irá acontecer conosco, e como Ele nos abençoará. Porém, ainda assim, o salmista diz: Entrega e confia! Isto é, tenha a confiança de que Ele sabe o que faz. Só seremos abençoados quando abdicarmos de tentar controlar o que nos ocorre, e confiar que Ele fará tudo o que é necessário.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Proibida a reprodução sem consentimento prévio.

A Importância da Integridade (Pv. 28:18)

הוֹלֵךְ תָּמִים יִוָּשֵׁעַ וְנֶעְקַשׁ דְּרָכַיִם יִפּוֹל בְּאֶחָת

“O que caminha na integridade, será salvo; quem seguir por caminhos tortuosos cairá no fosso.” (Mishlê/Provérbios 28:18)

Uma das coisas mais importantes de tomarmos cuidado é a nossa integridade, que é algo que não tem preço. Os servos do Altíssimo nisto são reconhecidos: Permanecem na integridade a todo instante. Por si só, a integridade já seria extremamente importante, pois um bom nome, reto e íntegro, é uma grande virtude a ser reconhecida. Mas, além disso, há sabedoria também na compreensão de que, quando o íntegro de coração clama ao Eterno, Ele o livrará de todo o mal.

© 5776 – Qol haTorá (www.qol-hatora.org) – Permitida a reprodução se os créditos forem mantidos.